Passeio nos Livros


A maioria dos grandes leitores, inclusive eu, provavelmente irão dizer que não gostam de apenas um livro em um gênero particular. Embora existam uma infinidade de livros, onde o gênero é uma escolha óbvia - como crime ou romance - há muitos mais que atravessar por lotes de diferentes categorias de gêneros e escolher apenas um qualquer. Quando a hora de escolher um bom livro chega, nada melhor do que termos em mente todos os gêneros disponíveis para escolhermos e cada vez mais ganharmos sabedoria. Aqui está um guia rápido para alguns gêneros que, para quem ainda não sabe, será muito útil na próxima ida à livraria


Ah, romance, um gênero bastante conhecido. Porque somente as mulheres estão interessadas no amor, certo? Não. Não estamos mais nesse tempo. Homens sempre experimentam também. Ignore os rótulos; esses romances podem ser sobre amor , mas eles também são sobre a família, a amizade, o envelhecimento e outras questões que vamos experimentar ao longo de nossas próprias vidas.


Não é toda a tensão sexual construída ou uma enxurrada de corpetes ou generais do exército discutindo táticas (embora você pode encontrar tanto quanto, se você estiver interessado). Não se deixe levar pelas lembranças de aulas de história - pense em um livro de ficção histórica como qualquer outra, apenas definido em um tempo diferente.


Não, não é apenas dragões espadas. Fantasia é um enorme gênero e o que quero dizer é a presença de uma alta fantasia - romances situados em um mundo completamente diferente do nosso. Há muito de uma longa variedade com capas escuras e guerreiros, tipo os de vídeo-game e que podem ser intimidante, mas sempre é legal de ler. Minha recomendação é começar com o Trono de Vidro por Sarah J Maas.


Provavelmente o meu gênero favorito, se eu tivesse que escolher apenas um. [Espero que esse dia nunca chegue]. Este tipo de livro vive em nosso mundo, mas admite que a nossa realidade não é a única - assim, haverá elementos de magia, mas reconhecendo onde estamos. Melhor exemplo que posso dar - Neil Gaiman.


Este é auto-explicativo - e extremamente popular. Não sei por que gosto de ler sobre terríveis assassinatos em férias gostosas de família, mas livros assim são ótimos de se ler em um feriado. O suspense é uma boa pedida para quem quiser fugir de histórias "normais". 


YA, [young adult] ou jovem adulto, são livros que englobam uma certa faixa etária e contém todos os tipos de gêneros. Mas a verdade é que os leitores adiam a leitura quando sabem que está rotulado como YA. Confiem em mim, ignorar a etiqueta é um presente - há tantos brilhantes livros dentro deste gênero que você estaria perdendo se ao menos não tentar a leitura. 


Se você não tem muito tempo , mas gosta de ler, seria legal você obter algumas coleções de contos. Cada um provavelmente será completamente auto-suficiente para que você possa ler um em meia hora e não tem que se preocupar em não lembrar onde você estava quando você finalmente voltar a ele.


Não podemos descartar os clássicos, e nem desprezá-los porque nos fazem pensar em escola e mulheres com vestidos duros e bolorentos. Eles são clássicos por um motivo, e você pode encontrar todo o tipo de gênero dentro deste gênero - na verdade, você pode encontrar o livro que foi o precursor do gênero que você ama agora.


Não é o mesmo como fantasia; ficção distópica é definido em um mundo diferente ao que sabemos, mas é mais provável que seja uma pós-apocalipse /assunto ditadura. Pense em Jogos Vorazes e Divergente (dois livros brilhantes, mas diferentes, ambos classificados como distópicos).


New Adult ou Novo Adulto. Este é um gênero relativamente novo (popularizado pelo aumento da auto-publicação) e as editoras estão apenas começando a reconhecê-lo. É como uma espécie de versão mais vigorosa do jovem adulto; são mais sobre pessoas no final da adolescência que  apaixonam e descobrem o que querem fazer com suas vidas. Mas, principalmente, vivendo com as ilusões ocasionadas pelo amor

Obviamente, eu não posso cobrir todo o cânone da literatura mundial em um post. Mas se você não é um grande leitor ou um pouco preso em seus hábitos de leitura, é uma amostra do que mais está lá fora. O que você lê quando quer relaxar?

Fonte da Imagem/Capa: Divulgação 
Fonte das Imagens Classificativas: Divulgação
Estética das Imagens: Reservado ao Blog

Livros: Quanto Mais, Melhor



Como muitos bibliófilos, (certamente vocês sabem que são aqueles que possuem paixão pelos livros) eu acho que há muitas razões que provam que nunca é demais ter uma infinidade de livros. Um leitor interessado gosta de ter um monte de livros nas suas prateleiras, para nunca arriscar ficar sem um material de leitura (uma perspectiva terrível!). Pessoas que não estão tão interessadas ​​em leitura podem perguntar: "Por que você tem tantos livros?" Aqui estão as razões pelas quais nunca é demais ter livros:

A leitura é uma aventura 
Uma das razões que você pode nunca cansar de ter livros, é que a leitura é uma aventura. Ela vai levá-lo para o passado, o futuro, e os países que você ainda pretende visitar. Depois, há livros que os levam à mundos fantásticos. Preencha suas estantes com muitos volumes diferentes e você terá um mundo de imaginação em suas mãos.

É Saudável 
Muitas pessoas passam o tempo todo olhando para suas telas de computador ou smartphones nos dias de hoje. Muito tempo olhando para telas eletrônicas não é bom para os olhos ou o cérebro. A leitura é muito mais relaxante e saudável.

Você nunca se entedia
Se você tem um monte de livros em suas prateleiras provavelmente você nunca ficará entediado. Sempre que você sentir vontade de ler, você terá algo adequado para o seu estado de espírito. Você também será capaz de passar o tempo agradavelmente quando você está esperando por um trem (sim) ou um compromisso - basta ter um livro com você e você ficará surpreso com a rapidez com que o tempo passa.

Informação 
É verdade que você pode encontrar várias informações úteis na internet, assim você não precisa sempre de ter os livros relevantes na mão. Mas a internet nem sempre é uma fonte confiável de informação; livros são geralmente muito melhor como pesquisa. Você também pode muitas vezes localizar os fatos que você está procurando, pesquisando no índice de um livro; na internet você tem que confiar em um motor de busca para escolher a informação entre milhões de páginas da web.

Boa aparência
Não há nada como ter um monte de livros para personalizar a sua casa e fazê-la sentir caseira. Livros adicionam lotes de interesse para a casa, e ao empilhá-los em suas prateleiras, você sempre terá algo para olhar. É divino.

Variedade 
Quanto mais livros que você tem, maior a variedade que você vai ter que escolher. Há um vasto leque de temas que são abordados em forma de livro que você nunca vai ficar entediado. Encha a sua casa com os livros, e você vai ser capaz de colocar suas mãos sobre o que você quiser ler a qualquer momento.

Comodidade
Finalmente, quem quer ficar sem material de leitura? Essa é uma perspectiva muito horrível para um bibliófilo; aqueles de nós que gostam realmente de ler não gostam de ter menos de uma dúzia de livros sobre nossa prateleira. Algumas pessoas podem simplesmente pegar um livro na biblioteca. Mas isso simplesmente não é o mesmo que um livro seu. Só seu!

Dica Especial 
E uma dica que trago pra quem quiser comprar seu livro com descontos fantásticos é através do Cupom Válido. O Cupom Válido é um site que reúne promoções e cupons de desconto com o objetivo das pessoas economizarem em suas compras online. O site é totalmente seguro pois apenas divulgam as promoções e cupons, a compra em si é sempre feita diretamente no site da loja. Além disso, todos os cupons são gratuitos e não precisa nem de cadastro para utilizar.

Então, eu espero que vocês estejam convencidos de que é sempre bom ter vários livros em casa, e claro, usando o Cupom Válido a chance de aumentar sua coleção é muito maior.

Até a próxima

Resenha: As Vantagens de Ser Invisível



Livro: As Vantagens de Ser Invisível
Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Páginas: 224 
Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se é real ou imaginário.

Em "As Vantagens de Ser Invisível" , Charlie narra seu ano de calouro na escola, em uma série de cartas enviadas para um destinatário anônimo. É claro desde o início que Charlie não é um adolescente comum e está assumindo mais encargos do que devem ser sobrepostos a um único garoto de 15 anos. Ele discute seu primeiro ano na escola, a braços com duas experiências traumáticas do seu passado: o suicídio de seu único amigo, Michael, um ano antes, e a morte de sua tia favorita, Helen, durante sua primeira infância.

"Então, esta é minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim."
O professor de Charlie, Bill, percebe sua paixão para a leitura e escrita e passa a agir como seu mentor, atribuindo-lhe livros extracurriculares e relatórios. Embora não sendo "popular", e a conselho de seu professor à ir a um jogo de futebol da escola, Charlie faz amizade com o irreverente Patrick: um veterano popular assumidamente gay e Samantha [ou Sam], sua meia-irmã. Com o passar do tempo, os três se tornam grandes amigos e Charlie passa a ser levado por um mundo completamente novo, regado à drogasfestasamor sexo. Apesar de ser bastante incomum, Charlie passa a acreditar em sua nova realidade.

"Não há nada como a respiração profunda depois de dar uma gargalhada. Nada no mundo se compara à barriga dolorida pelas razões certas. E essa era ótima."
Não sendo comum minha relação com livros escritos através de cartas, "As Vantagens de Ser Invisível" me surpreendeu nesse quesito. A leitura massante que presenciei no início do livro deu lugar a uma leitura simples irreverente ao longo da trama. Chbosky ousou em representar no livro temas considerados fortes e majestosamente elaborou um enredo tão complexo em uma narrativa concisa e despretensiosa.

O que mais gostei neste romance foram os pensamentos filosóficos de Charlie sobre a vida. Dentro de poucas páginas, Charlie lida com um vasto leque de questões, incluindo abuso sexual, violência doméstica, estupro e uso de drogas. Com a experiência além do que qualquer adolescente deve enfrentar, Charlie se volta para dentro e este distanciamento é o que torna sua voz muito mais jovem do que poderíamos esperar de um personagem de sua idade. Ao mesmo tempo, seus pensamentos reais parecem ser aqueles de alguém muito mais velho.

epílogo final foi arrebatador:  Percebemos no livro que o passado foi o maior inimigo de Charlie e descobrimos uma história polêmica triste que ele viveu ainda criança, sendo apontado como o estopim de toda uma empatia por sua juventude conturbada, levando-o a reprimir suas memórias traumáticas. Apesar de muitos não gostarem, o final do livro foi surpreendente.

"Já se sentiu muito mal, depois tudo passar e você não saber por quê? Eu tento me lembrar, quando me sinto ótimo como agora, que haverá outra semana terrível algum dia, então procuro guardar o maior número de detalhes que posso, e assim, na próxima semana terrível, vou poder lembrar esses detalhes e acreditar que vou me sentir bem novamente. Não funciona muito, mas acho muito importante tentar."
"As Vantagens de Ser Invisível" é uma leitura intrigante, e tem um culto seguinte incrível. Eu gosto de como Charlie gasta páginas descrevendo algo básico, e, em seguida, adiciona uma frase finalizando sua carta e descrevendo algo maior que o ocorrido; quase como se ele tivesse esquecido o que realmente aconteceu. Eu sinto que são as pequenas coisas como esta que realmente faz com que o romance se relacione com a vida real. A sinopse na capa descreve Charlie como "um invisível, preso entre tentar viver sua vida e tentar fugir dela", e acho que isso é retratado perfeitamente ao longo do romance. Este é um livro peculiar que confronta os problemas que a maioria dos adolescentes podem passar em seus anos de adolescência.

Pessoalmente, achei o livro sensacional. A diagramação estava perfeita e a capa, melhor ainda. Com certeza está super recomendado essa montanha russa de emoções pra vocês.
"Eu me sinto infinito"

Leituras Tenebrosas



Geralmente as pessoas interagem com hesitação em relação à obras cuja temática é o horror. Por vezes pensamos descaradamente em evitar certos tipos de livros ou filmes capazes de nos submeter ao espanto. Dizem pesquisas que o susto (moderado, obviamente) não faz tão mal assim. Se você pegar, por exemplo, um filme bastante assustador e assisti-lo em uma noite escura e sombria, você consegue realizar a troca perfeita de mais ou menos meia horinha de corrida (que seja meras 113 calorias).

Agora, focando mais nessas obras, trago uma listinha para vocês de alguns livros que nos submete ao medo. Vamos ver se somos capazes de aderir noites regadas à livros assustadores. Será que conseguimos?

A Coisa



Todos sabemos que as histórias criadas por Stephen King são verdadeiras representações de horror (algumas mais leves, outras mais pesadas). O que não é diferente no livro A Coisa, onde um enredo com uma essência assustadora - ambientada em dois períodos - e as 1103 páginas de puro suspense, são capazes de nos prender na história do temível  palhaço Pennywise. O livro conta também com uma adaptação cinematográfica que faz jus ao estilo de leitura

Trilogia da Escuridão


Trilogia da Escuridão é composta por livros eletrizantes, e compõem uma coleção ideal para àqueles que apreciam histórias aterrorizantes e sobrenaturais. São eles: NoturnoA Queda e Noite Eterna. Com descrições super detalhadas e uma narrativa pra lá de atraente, a coleção nos mostra a verdadeira face dos vampiros (os maus - ignorem os vampiros mocinhos e bonzinhos), revelando suas condições biológicas - como animais - e sem aqueles toques fantasiosos. 

Os Três


O livro não é propriamente do gênero em questão, mas em certos pontos merece esse título. Em uma agitada leitura, vocês serão os receptores de uma infinidade de emoções e se pegarão surpresos por sentimentos que imitam o desconforto. Lendo uma história que conta trágicos acidentes e o seu desenrolar perturbador, suas noites escuras de leitura serão sempre vividas ao alerta.  

Coleção A Torre Negra



Olhem o nosso lendário mestre do terror aqui de novo. Na coleção A Torre Negra, são 8 volumes bem representados pelo autor, através do personagem Roland Deschain, visionário e último pistoleiro de um mundo vazio, que vai à procura da Torre Negra, lugar na qual encontra-se o eixo de todo o tempo e espaço. A obra é um tanto complexa para ser explicada e exige uma atenção extra do leitor, entretanto vale salientar que a coleção além de apresentar o lado sombrio de um mundo, ainda consegue persuadir o leitor emocionalmente em diversas partes do livro. As mais de 4000 páginas da série farão parte de uma experiência única em suas vidas.

The Walking Dead

Resultado de imagem para coleção livros the walking dead

Para finalizar a nossa lista, trago a aclamada série de livros The Walking Dead. Para mim, essa coleção de livros se encaixa perfeitamente no gênero de horror/terror. Um apocalipse zumbi não é pra qualquer mundo não e, por comparação, é um tema muito forte para a classificação em outros gêneros. Composta por 3 livros, a série consegue nos trazer uma tom diferente de terror. Explico: Normalmente, em livros desse gênero, somos levados a conhecer mundos sombrios em que coisas horrorosas acontecem, contudo, já começar a leitura com o pensamento cheio de previsões - por a maioria das pessoas assistirem a série primeiro - acredito que a leitura não será tão cheia de expectativas quanto aos outros títulos. 

Agora me digam, vocês teriam o sangue frio de se aprofundarem em alguns desses títulos em uma noite negra e sombria? ~.~  Vocês conhecem mais livros com essa temática?

Nos menores frascos...


Quando se está ocupado com trabalho e escola, é difícil encontrar tempo para ler os livros que desejamos. É por isso que você deve manter a leitura dos menores livros que encontrar em torno desta época do ano. Dessa forma, você será capaz de terminar uma história em apenas uma sessão de leitura. Se você não tiver certeza de quais obras escolher, aconselho a começar por encontrar estes deliciosos clássicos e famosos:

O Velho e o Mar por Ernest Hemingway

Resultado de imagem para O Velho e o Mar por Ernest Hemingway

Você já ouviu falar de Ernest Hemingway, porque ele é um dos autores mais famosos que já viveu. Se você nunca leu uma de suas histórias antes, deve começar com essa. Trata-se de um pescador cubano que passa seu tempo na água tentando pegar um marlin gigante. Mesmo se você achar chato pescar, ainda sim irá acabar sendo entretido por este pequeno conto.

O Despertar por Kate Chopin


Este livro foi chocante quando publicado pela primeira vez, porque é uma maneira honesta de olhar para a infidelidade feminina. Basicamente, é sobre uma mulher que está presa em um casamento onde ela não quer mais estar, de modo que encontra um novo homem que é capaz de cumprir e satisfazer todas as suas "necessidades físicas."

A Pérola por John Steinbeck
Resultado de imagem para A Pérola por John Steinbeck

John Steinbeck é um criador de histórias incríveis, como "Ratos e Homens". Este é mais um de seus clássicos, que é sobre um mergulhador pobre que reúne pérolas das camas do golfo, a fim de fazer um pouco de dinheiro. No entanto, um dia ele chega em casa com uma estranha pérola enorme, acreditando que ela será capaz de mudar toda a vida de sua família.

A Máquina do Tempo por HG Wells


Você nunca viu a viagem no tempo como esta antes. Mesmo que esta história tenha sido publicada há décadas atrás, os tópicos que foram discutidos são relevantes ainda hoje. É algo que qualquer um, de qualquer período, pode apreciar. Embora os tempos tenham mudado, os seres humanos não mudaram tanto assim.

A Volta do Parafuso por Henry James

Aqui está mais um título famoso que você provavelmente já ouviu falar. É uma história de fantasmas que invadem uma propriedade rural inglesa. Mesmo tudo parecendo normal num primeiro momento, fatos tenebrosos acontecem com o avançar da história. Se você gosta de terror psicológico, então este livro irá mantê-lo entretido do começo ao fim.

Livros curtos finos podem ser tão prazerosos de se ler quanto os mais grossos. A única diferença é que eles levam menos tempo, o que significa que você vai ser capaz de ler mais livros em certo período. Por qual desses livros você mais se interessou?

Fonte da Imagem/Capa: Divulgação

6 livros que vai fazer você chorar mais que "A Culpa é das Estrelas"


John Green tem o poder de fazer qualquer mulher, homem, jovem ou não, chorar. No entanto, há uma abundância de outros autores que são capazes de nos criar alguns vestígios lacrimais. Alguns deles são bem conhecidos, enquanto outros ainda têm de receber os créditos que merecem. Se você gosta de romances que são capazes de suscitar lágrimas até nos mais insensíveis, aqui está o que você deve colocar em sua lista de leitura:

Proibido
Resultado de imagem para livro proibido

Este livro pode ser difícil de ser ler por, dentre outras razões, tratar de incesto. A trama gira em torno de dois irmãos adolescentes, Lochan e Maya, que se amam (no sentido de paixão) , mesmo sabendo que não é correto nutrir sentimentos românticos um pelo outro. O incesto não é algo que você normalmente lê por boas razões, mas este romance coloca uma rotação interessante sobre ele.

A Guardiã da Minha Irmã

Resultado de imagem para livro a guardiã da minha irmã

Você provavelmente já ouviu falar deste livro antes, porque ele foi transformado em um filme. Caracterizado como uma leitura "chocante", o livro remexe nossos sentimentos de uma forma profunda e intensa. Assisti ao filme e, a partir dele, tive a curiosidade de ver sua obra percussora. O livro "A Guardiã da Minha Irmã" possui um final completamente diferente daquele adaptado para as telas e é justamente ele que nos faz refletir sobre as vertentes da vida. A verdade é que a premissa do livro se dirige para um final evidente, mas quando este chega, percebemos nossa enganação e passamos a sofrer com o desfecho.

Antes que eu vá

Este livro é sobre uma adolescente que morre em um horrível acidente. No entanto, na manhã seguinte, ela acorda e tem que reviver o dia de sua morte tudo de novo. Isso acontece sete vezes para, dentre outros motivos, ajudá-la a perceber o quanto se pode mudar, mesmo nas mais improváveis das situações.

Extraordinário
Resultado de imagem para livro extraordinário

Se você não pode suportar o assédio moral, este livro vai realmente te emocionar. É sobre um jovem garoto com uma anomalia facial que tenta manter distância dos outros. No entanto, num primeiro momento, ele está sendo enviado para uma escola em vez de ficar estudando em casa. Ao longo do livro ficamos atormentados até descobrir como ele lida com a sua nova situação, e como os outros lidam com ele.

As cinco pessoas que você encontra no céu

Resultado de imagem para livro As cinco pessoas que você encontra no céu

Alguma vez você já se perguntou por que você foi colocado neste planeta? Este livro examina essa pergunta. É sobre um homem que morre ao tentar salvar uma menina. Quando ele chega no céu, descobre que cinco pessoas irão lhe explicar toda sua vida. Alguns deles são estranhos, enquanto outros são pessoas que ele conhecia, mas todos eles têm algo incrivelmente importante a dizer.

Marley e Eu

Não leia este livro se você perdeu recentemente um animal de estimação. Trata-se de um cachorrinho chamado Marley, e o livro é notório para causar lágrimas, então você provavelmente pode adivinhar o que irá acontecer. No entanto, antes de chegar aos bits tristes, é uma história comovente sobre o quão divertido um filhote de cachorro pode ser. Se você nunca quis ter um cachorro antes, você vai querer um depois de ler este.

Se você estiver com disposição para um bom choro, pegue um desses livros e comece a ler. Eles não irão te decepcionar. Que livros você já leu que te fez chorar?

Fonte da Imagem/Capa: Divulgação do filme "Uma prova de amor"

O Reino da Rainha de Copas


Resultado de imagemAs visões da história que tanto conhecemos em "Alice no País das Maravilhas" são simplesmente magníficas. Com um enredo pra lá de lúdico, a trama criada por Lewis Carroll nos leva a um mundo onde o impossível acontece. Vamos, siga o coelho branco e partamos para uma aventura no reino da Rainha de Copas.

Diversas representações já foram feitas para retratar o maravilhoso mundo em que Alice se encontra. Desde a passagem pela poço, - lugar que tem uma profundidade incalculável e com paredes repletas de objetos estranhos, quadros e livros - até a entrada no reino da Rainha (com a deixa marca: Cortem-lhe a Cabeça), a menina vive aventuras um tanto incomuns, com os amigos instigantes e enigmáticos que conhece rumo ao desconhecido, em busca de uma solução certeira para sair daquele lugar.
No filme de Tim Burton em 2010, a apresentação de Alice no País das Maravilhas é espetacularO filme tem um elenco incrível, que inclui Johnny Depp, com quem já trabalhou com Burton em muitos de seus filmes. O filme inspira tantos excêntricos trajes de Halloween que vai certamente dar-lhe um olhar de destaque, uma vez que os efeitos de animação dos personagens são incríveis e completamente realistas.


Agora, com o crescente sucesso da série de sucesso Once Upon a Time (série fantástica que recria as diferentes histórias dos personagens encantados), o spin off: Once Upon a Time in Wonderland é uma adaptação bem-sucedida e com o mesmo toque diferente das outras adaptações, além de se ambientar no mesmo universo de Once Upon a Time. No atual País das Maravilhas, as aventuras de Alice são apresentadas com flashbacks da pré-maldição do lugar. Centrando-se na aclamada obra de Carroll, foi refrescante ver como essa nova visão sobre o reino mágico da Disney garimpa para fora em outras produções. 

Já no mundo dos quadrinhos, a fantástica obra é representada pelos famosos personagens de Maurício de Sousa: Turma da Mônica Jovem, o sucesso adolescente da Turma da Mônica. Presente nas edições 21 e 22 da revista mensal, a história gira em torno de Marina (filha de Maurício na história) em ser levada para o País das Maravilhas, por ser confundida com a verdadeira Alice. Concomitantemente com a ligeira confusão, os demais integrantes da turma são também transportados e transformados em personagens do livro (sem ao menos se lembrarem de quem são). O desfecho cabe à protagonista Mônica, que vai em busca de seus amigos e celebra uma divertida aventura baseada no conto de Carroll.

   

Um livro mais atual, porém que não deixa de apresentar as características do mundo maravilhoso, é o ilustrado pela desenhista Camille Rose Garcia, representando uma bela interpretação do clássico em estilo gótico.


Ás vezes, como sempre digo, é muito bom se aventurar em livros ou séries que nos transportam para um mundo distópico e surreal, onde a fantasia é a chave para uma excelente maneira de compreender as coisas. Agora me digam, vocês gostam desse mundo maravilhoso representado nas obras?

Que tipo de leitor você é?


Os leitores vêm em todas as "formas" e "tamanhos". Todos nós temos nossas preferências quando o assunto é o gênero que preferimos. Alguns de nós preferem uma maratona de leitura, outros apenas se envolver, entrando e saindo de obras literárias. Existem muitos tipos de leitores. Você se reconhece em qualquer um desses?

Concentrados em personagens
Um tipo de leitor de ficção literária mantém um olhar atento sobre o desenvolvimento do personagem e não consegue entender como outros leitores podem achar esses personagens maçantes. Estes leitores estão interessados ​​em ler romances que incidem sobre a condição humana e seguram um espelho para nos mostrar uma nova perspectiva. Cada autor é bom no desenvolvimento de seu personagem e não cabe a cada leitor notar isso, entretanto, os mais críticos perceberão.


Apreciam apenas a história
Existem vários tipos de leitores que não se preocupam com os personagens; eles estão apenas interessados ​​em uma história cheia de ação em um ritmo acelerado em que muita coisa acontece. Eles não têm empatia com os personagens e nem se identificam com os protagonistas. A ação fala mais alto que palavras, e esses leitores são simplesmente viciados em adrenalina - restritas à cadeira, que necessita de sua correção.

Precisam saber o final
Alguns leitores não podem pegar um livro sem olhar o final primeiro. Eles querem um aviso justo, para saber se há um risco de ser traumatizado pela morte de seu amado personagem principal ou saber o que o futuro reserva para os principais personagens. Estes leitores estão cheios de empatia e compaixão, e se identificam com o protagonista a um alto grau. Portanto, eles estão propensos a comprarem uma série de livros e se tornarem fãs leais de autores cujos livros gostam de ler.

Odeiam Spoilers
Alguns leitores simplesmente odeiam spoilers [sim, tenho trauma quanto a isso] e por isso nunca lerão comentários a respeito do livro. Eles querem ser surpreendidos em cada página e não gostam do prenúncio de mão pesada dos acontecimentos ainda por vir. Estes leitores querem resolver o "quebra-cabeça" da história por si mesmos. É um sinal de inteligência, não a falta de compaixão para com os personagens. É muito difícil promover livros a este grupo de leitores, porque até mesmo a "sinopse" na contra-capa pode ter muitos spoilers para seu gosto.

Impacientes
Quantos de nós ocasionalmente pulamos páginas com certa impaciência? Alguns leitores são tão impacientes para descobrir o que acontece com seus personagens favoritos, que pulam capítulos inteiros de um livro. Eles tendem a ser os leitores que não têm nenhuma compreensão do tema do livro ou que não se importam muito com a literatura - eles só querem ser entretidos "ao estilo da TV," folheando um livro como fariam através de canais de TV com um controle remoto. Estes leitores tendem a ser "críticos", vociferantes e condenam um livro como sendo maçante ou com falta de ação e impacto, simplesmente porque estavam a preguiça de ler tudo e podem ter perdido todos os bons pedaços.

Nunca há um momento maçante
Alguns leitores entram em pânico selvagem quando pensam que perderam certo indício porque eles acidentalmente ignoraram um parágrafo ou uma página. Eles são os tipos mais envolvidos de leitores, e se identificam com o protagonista, lendo todo o romance de capa a capa, analisando cada detalhe e traço de caráter dos personagens, na esperança de descobrir absolutamente tudo, antes mesmo do livro chegar ao fim.


Os leitores da moda
Este tipo particular de leitor só lê livros que têm sido recomendados pelas pessoas. Eles querem ser considerados como fazendo parte da "moda" de ler certo livro que é um sucesso total para todos os públicos, e mesmo se não gostam do gênero livro, eles ainda irão comprá-lo. Eles podem apenas saltar através dele, não lê-lo na íntegra, mas estarão certos de expressar uma opinião sobre ele. Todo mundo é um crítico nos dias de hoje!

Que tipo de leitor é você? O que achou da postagem?

Fonte da Imagem/Capa

Postagens mais antigas Página inicial

Postagens + vistas

Atributos de Verão. Tecnologia do Blogger.