O que dizer de "A Mais Pura Verdade" ?

4 Comentarios

O que você caracterizaria como uma aventura? Na maioria dos livros, as aventuras consistem em um desafio de viver algo inusitado, muitas das vezes partindo de um sonho. Histórias começam e terminam, personagens vivem, morrem, se rebelam e, quase sempre, a presença ilustre de uma grande aventura não é ignorada.

A Editora Novo Conceito enviou aos parceiros [e não parceiros] a degustação do livro "A Mais Pura Verdade", livro esse que terá como data de lançamento o dia 23 de Março. Na obra de Dan Gemeinhart, podemos ver de perto a surpreendente proeza de Mark, um garoto mais que especial. Tendo como base a doença enfrentada pelo menino, o livro nos trás reflexões acerca da força de vontade e sobre momentos inacreditáveis que uma criança doente vive para realizar seu sonho.



Livro: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Lançamento: 23 de Março de 2015

Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido - um sentido muito importante -, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas não melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. 

Mark, aos seus 12 anos de idade é uma criança normal, porém com certas limitações. Ele é amante de poemas, principalmente os haicais, e adora fotografias. Seu avô era montanhista, o que foi um grande estopim para seu sonho. Contudo, o menino sofre com câncer e tem como grande desejo alcançar o topo do Monte Rainier, uma montanha que fica a mais de 400 km de sua casa. Partindo da concepção de que o monte estava o chamando, Mark parte em busca do seu sonho, em companhia apenas de Beau -  seu cachorro, seu caderno, uma máquina fotográfica, algum dinheiro e um engenhoso plano.

O livro aprofunda na relação afetuosa entre Mark e seu cachorro, bem como o desenrolar da realização de seu sonho. Deixando para trás seus pais e uma amiga compreensiva, o garoto se vê no meio de uma grande aventura. Comprou as passagens de trem pela internet e articulou um sábio plano para que pudesse embarcar sozinho "com o seu pai que havia ido ao banheiro". Ele, de fato, sabia que a polícia o procuraria e que seus pais se desesperariam quando sentissem sua falta, mas esse era o preço de seu sonho. Apesar da viajem nada convencional, Mark continuou seu caminho, enfrentando dilemas e provocações que, até então, atrasaram sua viagem.

A vontade de saber o que acontece com o garoto cresce a cada página, e, partindo do pensamento de que o menino possui uma doença, refletimos a todo momento sobre o desfecho dessa emocionante história. A capa, apesar de simples, reproduziu bem a premissa do livro e a diagramação é sensacional. Os capítulos são divididos entre a história de Mark, e, em seus meios, a versão da família desesperada a procura do garoto, tornando a narrativa fácil e prazerosa de acompanhar. Por a amostra ser pequena [apenas 95 páginas], ficamos doidos para saber como termina essa incrível história. Os seis capítulos muito bem elaborados contribuíram para uma leitura desenvolta e completamente prazerosa [levando em consideração que li a amostra em menos de uma hora].

Enfim, as minhas expectativas quanto a obra são excelentes, e realmente espero um fim feliz e emocionante. Se você quiser saber como termina a maior aventura da vida de Mark, não deixe de comprar o livro. Com certeza suas impressões, assim como as minhas, serão super positivas.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Atributos de Verão. Tecnologia do Blogger.